Mulher leva 22 pontos na mão após spray para unhas explodir

A dentista Thammy, de 26 anos, levou 22 pontos na mão direita após uma lata de spray aerossol explodir. O caso, segundo ela, aconteceu na entrada de um salão de beleza  quando o spray caiu no chão e ela recolocou a tampa plástica na lata.

Por meio de nota, a assessoria da empresa responsável pela fabricação do produto informou que a Baston, empresa fabricante do tubo, ‘entrou em contato com a consumidora e está tomando providências para análise e verificação da causa da explosão, que é rara’.

A empresa também comunicou que ainda não recebeu o material para análise, mas as fotos mostram deformações causadas por temperatura excessiva ou queda, ambas as coisas, ou ainda a possível agitação da embalagem ao ser carregada pela consumidora, o que teria aumentado a pressão no spray e provocado a ‘violenta ruptura’.

Dentista passou por procedimentos cirúgicos e levou 22 pontos na mão esquerda; lata estourou pelo fundo (Foto: Arquivo pessoal)Dentista passou por procedimentos cirúgicos
e levou 22 pontos na mão esquerda; lata estourou
pelo fundo (Foto: Arquivo pessoal)

“Todas as latas de aerossol são fabricadas uma vez observados rigorosos cuidados e obedecendo a normas técnicas específicas. Além disso, são testadas uma a uma antes de colocadas à venda, quando passam por um banho na temperatura de 50º C na linha de produção”, complementou a assessoria de comunicação da empresa.

Ao G1, a dentista narrou que a lata de spray tinha sido comprada recentemente e só havia sido utilizada uma vez. O frasco foi transportado dentro do carro dela e, ao chegar ao salão de beleza, caiu no chão.

“Segurei a lata e, no momento em que coloquei a tampa de volta, ela explodiu pelo fundo e fez um ‘buraco’ profundo na minha mão direita”, narrou Thammy, esclarecendo que foi da casa dela até o salão de beleza com o ar-condicionado do carro ligado. “O spray não explodiu por causa do calor”, reiterou.

Após a explosão, que ocorreu às 14h da quinta-feira (13), a dentista foi levada ao Pronto- Socorro Francisco Elesbão, no Hospital Geral de Roraima, e passou por procedimentos cirúrgicos. Ela teve fratura no polegar e no indicador, além de cortes profundos na palma da mão direita.

“Depois da lata explodir, eu recoloquei meu polegar e toda a carne que se deslocou com o impacto no lugar, isso, segundo os médicos, ajudou a ‘salvar’ a minha mão”, contou.

Lata atravessou o forro e o teto do salão de beleza (Foto: Bruna Letícia/ Arquivo pessoal)Lata atravessou o forro e o teto do salão de
beleza (Foto: Bruna Letícia/Arquivo pessoal)

Por ser dentista e ‘trabalhar constantemente com as mãos’, Thammy disse que vai registrar o caso na Polícia Civil e também entrar na Justiça contra a empresa responsável pelo produto. Ela disse que ainda espera o resultado dos exames médicos para saber se vai recuperar os movimentos da mão.

“Estou sem poder trabalhar e já gastei pelo menos R$ 150 em remédios. Fora isso, farei cirurgia plástica, pois tenho medo que o tecido da minha mão recolha e eu fique com os movimentos restritos”, lamentou Thammy.

Explosão
A proprietária do salão de beleza em que o caso ocorreu, Roseane Oliveira, de 28 anos, narrou que, ao explodir, o frasco ‘varou pelo telhado’ do estabelecimento. “A lata caiu no chão bem na porta do meu salão e tomei um susto muito grande porque ela atravessou o forro e as telhas. Além disso, o barulho foi tão alto que achava que algum poste houvesse explodido na rua”, descreveu.

Roseane contou que após a explosão, tirou fotos do salão de beleza e postou as imagens no Facebook. As fotos receberam mais de 14 mil ‘curtidas’ e 17 mil compartilhamentos na rede social.

“Pessoas de todo o país me procuraram para saber como o caso aconteceu. Algumas disseram que a culpa tinha sido minha e da minha cliente, mas não foi nada disso. O spray explodiu após cair no chão, não foi quando eu fazia as unhas da Thammy”, disse.

Fonte: g1

Leave a Reply